Buscar
  • connectdata

Digitalização Reduz Custos e Aumenta a Produtividade na Construção Civil



A transformação digital vem dando passos importantes em um setor tradicional quando o assunto é tecnologia: a construção civil. Isso porque uma simples ideia quando bem executada pode trazer ganhos expressivos em obras, com a redução de custos e tempo. Sem contar que a comunicação entre os diversos departamentos é mais clara, evitando retrabalho que, quase sempre, acarreta prejuízo.

Parte deste trabalho é controlado pela área dedicada à gestão financeira de projeto, a Engenharia de Custos, cuja data foi celebrada no último dia 27 de maio (Dia Nacional do Engenheiro de Custos). É este profissional quem realiza atividades como estimativa, controle de gastos, avaliação de investimentos e análise de risco. Entre outras atribuições, planeja e monitora projetos de investimento.

Hoje, no entanto, com o auxílio da tecnologia parte destas tarefas se tornou automatizada e, portanto, mais assertiva. Ao apostar em novas ferramentas, a jornada construtiva é otimizada, funcionando como uma linha de produção: os processos passam a ser interligados desde a concepção do projeto, com gerenciamento preciso e controle total em todas as etapas. O resultado é a entrega do empreendimento em menor tempo, com menos desperdícios e maior qualidade.

A revolução vem acontecendo graças à chegada das construtechs ao mercado da construção civil, a ConnectData é uma delas. Criada em 2014, a empresa desenvolveu uma plataforma exclusiva, que automatiza toda a gestão de obras. Isso é possível porque todos os dados são coletados e armazenados em nuvem, podendo ser acessados em tempo real, o que facilita a tomada de decisões, bem como controle geral sobre o projeto.


Os Custos de Uma Obra

Já abordamos aqui em nosso blog anteriormente o que são custos diretos e indiretos de uma obra. Vale recapitular, porém, a definição de cada um e como tais despesas impactam o valor final do empreendimento.

Os gastos com materiais de construção, mão de obra, serviço e aluguel de equipamentos são os custos diretos. Eles representam cerca de 70 a 90% do valor total. Já os custos indiretos referem-se às taxas para ligação de água e energia, para liberação do alvará da obra, bem como seguros, entre outros custos, que perfazem de 10% a 30% do montante total.

Quem está acostumado ao dia a dia do canteiro de obras sabe quantos imprevistos podem ocorrer. Ao gestor cabe um verdadeiro malabarismo para equilibrar o orçamento inicial, em geral, difícil de manter.

Por isso, além de um bom cronograma, o uso de tecnologias digitais inovadoras pode garantir uma obra com gestão de excelência desde o início e, assim, conseguir poupar recursos ao máximo, mesmo que aconteçam os reveses.


Inovação Vem de Pessoas

Uma das maiores dores do setor é o desalinhamento entre o canteiro de obras e o escritório de projetos. Isto é, quando a falta de informações gera problemas. Seja por um estoque de materiais desatualizado ou recebimento de algum equipamento que comprometa o trabalho da equipe, entre outras tarefas.

Nesse sentido, a inovação por meio das tecnologias digitais deixou de ser apenas um diferencial para o setor para se tornar essencial. É fato que a resistência à inovação em setores mais tradicionais sempre existiu. Por outro lado, quanto mais conservador, menos tolerante a falhas.

Segundo Tom Peters, economista e escritor americano, especializado em práticas de gestão, “o fracasso é o ingrediente do sucesso”. Para ele, quanto mais competitiva se torna a empresa, mais necessário será inovar. Os riscos são inerentes, no entanto, adotar ferramentas ou metodologias que minimizem as chances de falha é o caminho para toda corporação. Do contrário, não há crescimento.

Um exemplo é a realização de tarefas manuais que demandam tempo e um número grande de colaboradores para a realização, ainda assim sujeitas a erros. As mesmas atividades atualmente podem ser substituídas, por exemplo, pelo uso da Inteligência Artificial (IA).

Porém, vale lembrar que a inovação no setor envolve pessoas, tecnologia e processos. A automatização de algumas etapas do trabalho não significa a dispensa do trabalhador. O ideal é que estas pessoas passem por aprimoramento e deixem de ser operacionais para se tornarem analistas, agregando valor à empresa como um todo.


Soluções ConnectData Reduzem Custo da Jornada Construtiva

A ConnectData foi criada com o propósito de simplificar a jornada e otimizar as rotinas de projetos e execução no canteiro de obras, desde a compras de insumos à gestão. Para tanto, utiliza tecnologias digitais que reduzem custos e retrabalho, além de melhorarem a produtividade e a entrega do empreendimento.

A empresa desenvolveu uma plataforma única no mercado, capaz de rastrear e monitorar, em tempo real, a movimentação de materiais, equipes e equipamentos durante todo o ciclo da obra. Isso é possível graças ao uso de sensores distribuídos nos canteiros de obras, responsáveis pela coleta de dados, posteriormente analisados pela inteligência artificial.

Uma das tecnologias disponíveis é a ConnectTrack. Com ela é possível acompanhar, em tempo real, a movimentação e localização dos principais insumos, ativos e equipes de obra. Tudo é feito digitalmente e sem a intervenção humana.

Apesar do tradicionalismo do segmento, é possível inovar. Prova é que a ConnectData vem contribuindo com a digitalização do setor da construção, tanto para obras quanto para a cadeia produtiva. E mais, as tecnologias oferecidas têm realidade acessível, dado que o retorno de investimento pode chegar a 200%.


13 visualizações0 comentário