Buscar
  • connectdata

Por Que a IoT Traz Eficiência ao Canteiro de Obras?



A IoT (sigla para o termo original Internet of Things, em Inglês) é um dos pilares da transformação digital nos negócios. O termo tem sido amplamente utilizado como referência à conexão global de “objetos inteligentes” por meio da estrutura de rede de internet.

Considerada uma das tecnologias com maior potencial de transformação no mundo corporativo, a Internet das Coisas tem revolucionado diversos setores, entre os quais agronegócio, saúde, educação, varejo, indústria automobilística e construção civil.

Em 2022, a evolução da Internet das Coisas continuará surpreendendo, principalmente com a chegada do 5G. Segundo um levantamento do Statista, realizado em junho de 2020, a previsão de gastos mundiais com IoT somente este ano é de 1,1 trilhão de dólares. Inclusive, o próprio valor de mercado da inovação irá subir.

Para se ter ideia de alguns números do crescimento, de 2021 a 2026, a Internet das Coisas Industrial terá uma taxa de aumento composta (CAGR) de 6,7%. A estimativa publicada no relatório da Markets and Markets, de julho de 2021, consta ainda que o setor vai valer 110,6 bilhões de dólares até 2026.

Somente no Brasil, o impacto econômico anual de IoT deve ficar entre 50 e 200 bilhões de dólares em 2025. Os dados são do estudo realizado pela McKinsey Global Institute, publicado no InforChannel em agosto de 2021.


O Uso da IoT na Construção Civil

Está em vigor desde o dia 1º de janeiro de 2021, a lei que promove incentivos à Internet das Coisas no Brasil. A intenção é facilitar cada vez mais a vida dos usuários e clientes, tornando o uso de dispositivos mais simples para ampliar a automação de tarefas do dia a dia. No canteiro de obras, a IoT traz impactos positivos diretos e indiretos sobre fatores que aumentam a produtividade, tais como:

  • Permite a gestão do projeto em tempo real, uma vez que pode ser utilizada para o acompanhamento de todas as etapas, desde a produtividade dos colaboradores no canteiro de obras ao uso de equipamentos.

  • Com a IoT é possível utilizar werables para EPIs. Tais sensores localizados nas roupas dos profissionais transmitem informações individuais sobre o estado de saúde dos colaboradores, como pressão arterial, por exemplo. Estes dispositivos enviam sinais de alerta importantes, no caso de riscos.

  • O uso da Internet das Coisas facilita também questões logísticas da obra, já que o monitoramento de cargas é realizado em tempo real, por meio da conexão entre os caminhões. Evita-se com isso longos tempos de espera que impactam ainda o trânsito local, melhorando o planejamento como um todo.

  • Com a IoT a entrada e saída de materiais é monitorada em tempo real, o que evita quaisquer desperdícios.

  • Otimiza a utilização da metodologia Building Information Modeling (BIM). Entre muitas vantagens, ela favorece a participação de todos os projetistas envolvidos no projeto, com acompanhamento em tempo real das demandas.


O Que a IoT Oferece ao Canteiro de Obras?

  • Sensores para obtenção de dados;

  • Conectividade via rede de dados locais (Wi-Fi) ou móveis (redes de telefonia);

  • Processamento de dados e geração de informações, por meio de softwares especialistas;

  • Interface com o usuário através de aplicativos ou plataformas que disponibilizam as informações.

Para quem ainda não faz uso da tecnologia porém, existem centenas de possibilidades de aplicações da loT. Em todas, a vantagem é conseguir por meio da coleta de dados, tomar decisões assertivas baseadas em dados confiáveis, baseadas em dados reais, evitando-se com isso desperdícios ou uso desnecessário de recursos. Adaptar-se à nova tecnologia significa fortalecer os seus negócios pelos próximos anos.

19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Há 59 anos, o lendário Hanna Barbera exibia o primeiro episódio do desenho animado “Os Jetsons" – família que vivia em 2062, com todas as facilidades do futuro tecnológico. Os carros eram voadores, o