Buscar
  • connectdata

IoT e IA: tecnologias que vêm revolucionando a construção civil

A cada ano, podemos traçar um avanço significativo da tecnologia, que vem abrindo um leque de possibilidades como nunca visto antes. Desde a Revolução Industrial, em que as pessoas acreditavam que as máquinas representavam uma ameaça aos seus empregos, ninguém imaginava que chegaríamos ao ponto de desenvolver ferramentas e dispositivos que simulam a cognição humana.


A verdade é que hoje caminhamos lado a lado com o digital, aperfeiçoando-o não para nos substituir, mas para ser um aliado nas tarefas cotidianas e tornar o dia a dia mais prático, nossas tarefas mais simplificadas e nosso tempo mais produtivo. Neste sentido, duas tecnologias têm se destacado pela alta funcionalidade e possibilidades de aplicação que oferecem: a Internet das Coisas (IoT) e a Inteligência Artificial (IA). E não é só apenas a nossa rotina que tem mudado. Todos os setores da indústria, incluindo a construção civil, têm sido impactados pela adoção dessas novas tecnologias.


Sabemos que por se tratar de um setor gigantesco, qualquer mudança é lenta e burocrática no setor. E quem decide empreender na construção civil sabe que enfrentará desafios, mas, felizmente, temos observado essa mudança de mindset. A modernização do setor, mesmo que ainda tímida, tem sido a responsável por diminuir os custos das obras, informatizar as atividades e, de modo geral, manter muitas empresas da cadeia produtiva competitivas.


Tendências da IoT na construção civil

A IoT é uma tecnologia que conecta dispositivos físicos à internet. Com esse recurso é possível reunir e transmitir dados por meio de uma rede e, na construção civil, o conceito tem sido aplicado na gestão de obras. Veja algumas tendências e aplicações dessa tecnologia na construção:


Monitoramento de máquinas

Monitorar as máquinas usadas na obra é de extrema importância não só para saber sua movimentação pelo canteiro, mas também para ficar em dia com suas condições de uso. Ao instalar sensores com IoT, você faz esse acompanhamento e pode montar cronogramas de manutenção preventiva e manter os reparos em dia, evitando problemas inesperados que atrasarão os projetos. Além disso, com o monitoramento pela IoT, é possível medir o percentual de energia elétrica que essas máquinas utilizam, ajustar e programar para que gastem menos e desliguem automaticamente.


Economia de energia e combustível

A IoT permite que os dispositivos sejam personalizados de acordo com nossas necessidades, porém, baseados nos dados que coletam, os sistemas inteligentes também tomam decisões automáticas. Assim, eles são capazes de fazer ajustes nas luzes e desligar equipamentos que não estão sendo usados, por exemplo, gerando uma grande economia de energia e de combustível em alguns casos. O The Edge, por exemplo, além de contar com painéis solares que geram energia suficiente para carregar baterias dos smartphones, tablets e carros elétricos dos funcionários, se destaca também pela utilização de tecnologias como big data e IoT para otimizar os recursos energéticos.

The Edge, em Amsterdã.


Automação residencial

Atualmente, as construções residenciais estão sendo pensadas para oferecer ainda mais conforto aos futuros moradores. Com a IoT, já é possível implantar sistemas para acender e apagar as luzes e ajustar a luminosidade usando apenas um aplicativo no celular. Sistemas que desligam luzes e aparelhos de irrigação, economizando energia e água, também já são uma realidade.


Imóveis com sistemas de automação inteligente estão deixando de ser um diferencial e se tornando um requisito obrigatório para os moradores, que cada vez mais têm adotado a tecnologia no dia a dia. Um exemplo é a Alexa, da Amazon. A assistente virtual tem como função facilitar as tarefas diárias mais simples do dia a dia e consegue interagir com diversos aparelhos como lâmpadas, fechaduras, televisões, geladeiras, entre outros, caso eles também possuam tecnologia inteligente.


Logo, é preciso que toda a cadeia produtiva da construção fique de olho para atender essa demanda. Construir um empreendimento pensando nessas tecnologias se tornará uma necessidade para sobreviver no mercado.


Caminhões com conexão à internet

Em uma grande obra, tempo vale dinheiro. Por isso, a fim de garantir o fluxo contínuo de entrega de materiais em obras e evitar atrasos, a empresa brasileira TIVIT desenvolveu uma solução para a Engemix, equipando caminhões betoneira com sensores IoT. Os dispositivos monitoram as atividades do veículo e enviam dados para análise em tempo real. Com isso, é possível otimizar a logística tendo a previsão de chegada do caminhão à obra.


Assim, a empresa passou a ter mais certeza dos horários de chegada de cada caminhão betoneira e os clientes passaram a receber as cargas sem surpresas, pois já estavam preparados para recebê-las. Segundo a Engemix, houve uma redução de perdas de mais de 30% apenas nos primeiros meses, fazendo com que a empresa ampliasse a aplicação dos sensores a quase 100% de sua frota. Incrível, não é?


Tendências da IA na construção civil

Outra tecnologia que vem ampliando os horizontes da construção civil é a Inteligência Artificial, uma solução que tem melhorado a eficiência e a produtividade de muitas maneiras e, por isso, sua adoção vem crescendo e ocupando um papel fundamental na competitividade das empresas pelo mundo. Veja algumas tendências e aplicações dessa tecnologia na construção:


Segurança do trabalho

Ter um canteiro de obras seguro deve ser uma das principais preocupações das construtoras. E a IA pode contribuir com esse objetivo ao controlar e alertar sobre situações que podem causar um acidente, como quando um trabalhador não usa luvas ou trabalha muito próximo a um maquinário perigoso. Um exemplo é o sistema da Suffolk, uma empresa do setor da construção com sede em Boston (EUA), que usa um algoritmo de aprendizado profundo treinado com imagens de locais de construção e registros de acidentes.


No mercado já é possível encontrar roupas inteligentes que utilizam IA e monitoram a saúde dos trabalhadores, coletando seus dados para mostrar seu nível de cansaço e possível esgotamento, o que pode evitar uma série de acidentes.


Construções inteligentes

Uma das principais tendências nas novas construções de moradia é tornar as casas mais inteligentes. Além de gerar comodidade, a IA pode aumentar muito a segurança. Sistemas de movimento automatizam a iluminação gerando economia, sensores de temperatura identificam a presença de pessoas em determinado local e podem ativar as câmeras de segurança ao identificar algo suspeito.


Análise de dados

Começar um projeto sem dados para consultar é como andar no escuro, não é? A IA sintetiza múltiplos dados e aprende com eles, assim, ela usa as informações que coletou para gerar soluções e formular respostas. É possível integrar e concentrar em uma tecnologia IA gravações de drones, sensores de segurança, dados de análise preditiva e a tecnologia BIM, por exemplo. Isso contribui na tomada de decisões, na gestão de toda a obra e em seu planejamento.


Pré-construção

A IA já está sendo usada até mesmo antes da obra! A empresa norte-americana Deepblocks desenvolveu uma solução em que é possível estar diante de um terreno e determinar muito rapidamente o que pode ser construído ali, quão alto pode ser, qual a ocupação máxima, quanto é necessário investir, qual o retorno de investimento e seu potencial para sistemas sustentáveis.


O sistema otimiza todo o tempo de planejamento que seria destinado às análises financeiras, pois é capaz de fazer cálculos financeiros com base em diferentes combinações e cenários. A Deepblocks assumiu a missão de aproveitar a IA para digitalizar e automatizar o desenvolvimento imobiliário, fazendo todos os cálculos necessários e a modelagem 3D do projeto, além de realizar estimativas do uso de energia.


Entenda melhor o trabalho da empresa assistindo ao vídeo (em inglês):


É PRECISO INVESTIR

Viu como a tecnologia tem transformado o setor e a maneira como construímos? Existem ainda muitas soluções e processos como BIM, big data, dispositivos inteligentes, realidade virtual, aumentada, entre outros, que estão contribuindo para este novo cenário da construção. Mas é necessário investir. As empresas que já estão nesse caminho têm obtido resultados satisfatórios e os especialistas do setor são categóricos: estar sintonizado com a inovação traz benefícios significativos, como aumento de produtividade, redução de custo, aumento de qualidade, confiabilidade e, principalmente, a sobrevivência da empresa nessa nova realidade.


Gostou deste conteúdo? Compartilhe nas redes sociais e continue nos acompanhando!

3 visualizações0 comentário
ENTRE EM

CONTATO