Buscar
  • connectdata

O que podemos esperar para o futuro da construção civil?


O setor da construção civil têm recuperado as perdas que a crise econômica deixou. Com o aumento da demanda imobiliária, a indústria conseguiu se manter e se destacar nesse momento economicamente incerto. Porém, o setor terá o desafio de discutir o futuro e construí-lo com inovação para se manter nesse caminho de crescimento. Com a pandemia e a adoção do isolamento social, a tecnologia se mostrou uma importante e fundamental aliada, além de fazer com que mudanças que há muito tempo eram adiadas, finalmente começassem a dar seus primeiros passos.


Com profissionais do setor analisando o mercado, novas estratégias são pensadas para minimizar custos e recuperar as perdas deste período. O momento de mudanças no Brasil e no mundo cria uma ambiente propício a uma nova mentalidade de trabalho, em que a inovação é protagonista e fará o futuro da construção civil, a começar pelo presente. Pensando na construção como um grande propulsor da economia e bem-estar da população, listamos 6 grandes mudanças que podemos esperar para o setor.


6 inovações que estarão no futuro da construção civil


1- Softwares de gestão

Esta tecnologia, que felizmente já chegou ao canteiro de obras, deverá ser usada e aprimorada ainda mais. Ferramentas permitem a troca de informações entre todos os colaboradores do projeto, integração de todas as áreas da empresa, gerenciamento de estoque e movimentação de materiais.


Podemos destacar as soluções que a ConnectData desenvolve usando inteligência artificial, machine learning, internet das coisas (IoT), BIM e outros mecanismos para criar ferramentas práticas, de interface simples e intuitiva.


2- Planejamento urbano inteligente

O planejamento da urbanização e mobilidade das cidades ficará mais inteligente e tecnológico. Para cidades mais dinâmicas, que atendam as necessidades da população, serão desenvolvidas novas formas de planejá-las com a ajuda da IoT. Assim, surgirão construções adaptáveis e reconfiguráveis, que acompanharão as necessidades ao longo do tempo e terão um uso sustentável dos recursos.


3- Canteiro sem resíduos

Novos materiais, novos equipamentos, construção modular e automatização, combinados com o uso intensivo de robótica e impressão 3D contribuirão para que as construções de habitações passem a não produzir resíduos no canteiro de obras. Já é possível encontrar exemplos de obras sem resíduos pelo mundo. No Reino Unido, por exemplo, temos a chamada casa dobrável, uma construção inicialmente com o tamanho de um contêiner, que quando aberta, tem 64 m².


Além disso, a casa dobrável permite muito mais mobilidade, pois pode ser levada de um lugar a outro e receber novos equipamentos conforme as necessidades dos moradores.


4- Casas ativas

As moradias do futuro serão construções ativas, adaptáveis e regenerativas. Assim, elas se adaptarão conforme as necessidades de seus habitantes ao longo do tempo, evoluirão e mudarão suas funções e usos e serão integradas ao ambiente natural. Os benefícios das casas ativas serão vários, como uso racional dos recursos, redução do custo de propriedade, bem-estar, saúde e segurança, transformações de acordo com as necessidades do tempo e sustentabilidade.


Como exemplo de casa ativa e que atinge grandes níveis de sustentabilidade, podemos citar uma casa modular construída nos Estados Unidos pela Green Dwellings e a Southeast Modular Manufacturing. A construção de 3 módulos foi instalada em apenas um dia, reduziu o desperdício de material ao mínimo e atingiu o auge da vida verde. Em sua construção foram usados painéis solares, energia inteligente, sistema HVAC e iluminação de LED, gastando mensalmente em torno de apenas US$ 90 de energia.

5- Novo modelo de produção e fornecimento de habitações

Criaremos uma nova forma de produzir e comercializar as habitações no futuro. Fazendo uso de inovações na modularização, pré-fabricação, automação e industrialização da construção, serão fornecidas casas ativas e adaptativas com custos acessíveis e de maneira mais rápida.


Com a impressão 3D e os materiais adaptáveis, será possível uma maior customização e flexibilidade. Nos Estados Unidos, a Kasita fabrica casas modulares inteligentes, modernas e micro projetadas que podem servir tanto para moradia fixa, quanto para trabalhadores temporários, por exemplo. Essas habitações podem ser entregues rapidamente, tendo um custo menor e sendo bem mais sustentáveis.


6- Supermobilidade

No futuro, surgirá também um modelo de super-mobilidade de pessoas e equipamentos. Esta mobilidade será apoiada pela existência de casas adaptáveis, espaços de coworking e coliving que se integrarão às necessidades de seus residentes.


Estes projetos trarão uma maior mobilidade e a possibilidade de construirmos relações sociais mais ricas e diversas. Um ótimo exemplo são as casas de alumínio da empresa AluHouse, de Hong Kong. As estruturas destas habitações são pré-fabricadas na indústria e depois podem ser montadas de forma simples e rápida no lugar em que ficarão.


Além disso, a estrutura modular flexível permite a criação de diferentes formas e andares, com possibilidades ilimitadas. Podendo também ser transportada e adaptada ao longo do tempo.


É evidente que a construção civil caminha para ser uma indústria mais tecnológica e sustentável. E vem sendo fortemente pressionada a mudar e se reinventar. Como constatado no 92° Encontro Nacional da Indústria da Construção (ENIC), a pandemia que vivenciamos impõe mudanças drásticas no setor de construção no mundo. O cenário, após nove meses do início desta crise sanitária, é de redução na oferta e aumento de preços de materiais nos Estados Unidos, maior exigência de práticas de sustentabilidade na Europa e a necessidade de se acelerar parcerias público-privadas na América Latina.


As inovações que aguardamos para o futuro estão sendo construídas agora, pelas pessoas e organizações de hoje. Por isso, é importante que, além de estudarmos as mudanças em curso, comecemos as transformações com o que temos hoje.


Quais inovações dessa lista você já conhecia e com qual você está mais ansioso para ver acontecer? Conte pra gente nos comentários!

ENTRE EM

CONTATO